Nutead divulga perfil do candidato no Dia Nacional da Ead

Nutead divulga perfil do candidato no Dia Nacional da Ead

27 DE NOVEMBRO DE 2018

Conforme o documento, a maioria dos inscritos é do gênero feminino, estudaram integralmente em escola pública, moram na zona urbana e tem até um salário mínimo como renda individual.  


Para celebrar o Dia Nacional da EaD (27), instituído pela Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), em 2013, o Núcleo de Tecnologia e Educação Aberta e a Distância (Nutead) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) divulga o relatório, emitido pela Coordenadoria de Processos de Seleção (CPS), com dados estatísticos referente aos candidatos que se inscreveram para o último Vestibular EaD ofertado em 2017. A ideia é, a partir destas informações, traçar um perfil do candidato que busca formação em nível superior através dos cursos a distância da instituição.


No ato da inscrição, cada um dos 1.204 candidatos respondeu a um questionário contendo 31 itens sobre aspectos como formação escolar, renda salarial, fonte de informação, faixa etária, escolha pela modalidade a distância e opção pela UEPG. O resultado do levantamento aponta que esse público é composto por maioria do gênero feminino (79,07%), concentrada na faixa etária de 31 a 40 anos (34,55%) que concluiu tanto o ensino fundamental (91,69%) quanto o médio (90,20%) integralmente em escola pública. Mora na zona urbana (78,32%) e tem até um salário mínimo como renda individual (44,60%).


A maior parcela corresponde a casados (45,02%), com chefes de família que tem ensino médio completo como nível de instrução (37,13%), tendo somente 14,20% com superior completo. A faixa de renda mensal familiar que soma de um até dois salários mínimos corresponde a 28,99%; totalizando somente 1,25% dos candidatos com renda familiar acima de 10 salários mínimos. O reitor da UEPG, Miguel Sanches Neto, enfatiza que a universidade tem um compromisso com a EaD, "porque a EaD, para a UEPG, é sinônimo de democratização do ensino superior". "E a nossa missão é levar o ensino superior a todos os lugares, a todas as pessoas, melhorando a nossa cidade e dando novas oportunidades a nossa população", complementa.


É possível ingressar nos cursos da modalidade a distância ofertados na UEPG através do sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) - instituído pelo Decreto 5.800, de 8 de junho de 2006. De acordo com a página oficial da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), a UAB "é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação a distância".


Além disso, o programa tem como objetivo "reduzir as desigualdades na oferta de ensino superior e desenvolver um amplo sistema nacional de educação superior a distância". Conforme o relatório da CPS, dos meios de transporte utilizados para se deslocar até instituição, o ônibus aparece em primeiro lugar (44,19%), seguido por carro próprio (30,23%), ir a pé (11,21%) e, por último, o uso da motocicleta (6,48%). O diretor geral do Nutead - órgão responsável por fornecer suporte para todos os cursos e programas semi-presenciais e a distância existentes na UEPG - Carlos Willians Jaques Morais, reafirma "que a EaD em uma universidade pública tem que estar comprometida com o resultado de qualidade, também com a gratuidade da formação e com tudo aquilo que representa um valor público de uma universidade".


Os dados do relatório apontam como motivo para escolher a UEPG é por ser universidade pública e gratuita (55,98%) e ter a profissão mais de acordo com aptidões (48,01%). O interesse da maioria pelo ensino a distância se justifica por trabalhar o dia todo (54,90%) desde o primeiro ano dos respectivos cursos (62,04%), pois são responsáveis pelo próprio sustento e contribuem parcialmente na vida econômica da família (31,56%). A maioria não frequentou "cursinho" (92,61%), nunca prestou vestibular (29,57%) e não tem outra graduação (40,12%). O uso do computador para notícias está no topo (29,98%); em segundo lugar é utilizado como fonte de pesquisa (27,49%) e, em terceiro lugar, como instrumento de trabalho (27,41%).


O levantamento mostra ainda que a maioria dos candidatos mora no Paraná (95,27%), seguido de São Paulo (1,91%), Santa Catarina e Rio de janeiro (cada um 0,58%) e os estrangeiros somam apenas 0,25%. Dos paranaenses inscritos, a maioria é de Ponta Grossa (15,20%), logo na sequência vem Curitiba (9,55%) e Campo Largo (5,40%).  Morais explica que, a partir destes dados, é importante também celebrar muitos resultados em torno dos egressos, os alunos EaD que são aprovados em concursos, em programas de pós-graduação e também os que conquistam espaço profissional em diferentes prefeituras e  municípios atendidos pela UEPG. "A EaD é uma modalidade de ensino não dá só acesso a uma educação superior qualquer, mas uma educação superior de qualidade, que preza por uma formação profissional alinhada àquilo que tem de melhor numa universidade pública", ressalta.

Envie uma Mensagem


Sua mensagem foi enviada com sucesso! Obrigado pelo contato, e em breve nossa equipe do Nutead irá responde-lo.


Contatos


Telefones

  • (42) 3220-3271 (Secretaria)
  • (42) 3220-3798 (Graduação)
  • (42) 3220-3138 (Pós-Graduação)
  • (42) 3220-3165 (Extensão)
  • (42) 3220-3164 (Webconferências e Vídeos)

E-mail

  • nutead@ead.uepg.br

Endereço

  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - Campus Uvaranas, Central de Salas de Aula - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748

NUTEAD © 2020